Tags

,

Por BBC News

Cardeal Dias diz que trajes minúsculos são impróprios a dignidade da Igreja.

Minissaias, roupas apertadas e decotes pronunciados são inadequados para a Missa de domingo, diz a Igreja Católica na cidade indiana de Mumbai (Bombaim).

Sofrendo por causa do senso de moda dos fiéis, o arcebispo de Mumbai, cardeal Ivan Dias, exortou os fiéis a vestir-se modestamente durante os serviços.

Autoridades da Igreja dizem que é uma tentativa de desencorajar a vulgaridade.

Um plano semelhante pela Universidade de Bombaim recentemente gerou muita discussão em uma cidade considerada centro de moda da Índia.

O Cardeal Dias disse ao Times of India: “Considerando que, em tempos idos, “a roupa de domingo” utilizada tornava-se, por vezes, uma espécie de desfile de moda, a tendência moderna parece ir ao outro extremo.

“As pessoas [estão] vestindo traje casual, que é considerado impróprio da dignidade sagrada da Igreja e dos membros da sua congregação”.

Controverso

O presidente do Fórum Católico de Bombaim, Dolphy D’Souza, disse à BBC que a Igreja tinha apenas emitido orientações e que não devem ser encaradas como uma ordem.

Mumbai é considerado centro de moda da Índia

Ele disse que a emissão de tais orientações não era novidade e que a Igreja vinha lembrando seus fiéis sobre os códigos de vestimenta durante algum tempo.

Um paroquiano regular disse que as diretrizes foram necessárias porque as Missas foram se tornando cada vez mais como um desfile de moda.

Mumbai tem cerca de 500.000 católicos que rezam em mais de 100 igrejas.

O recente código de vestuário da Universidade de Bombaim foi bastante controverso.

As autoridades universitárias argumentaram que as roupas apertadas e provocativas levaram a crimes como estupro.

A medida levou a protestos de várias organizações não-governamentais e entidades estudantis.

A proposta ainda não foi implementada.

No passado, algumas organizações hindus de direita, também tentaram proibir o que eles descrevem como “vestuário provocante” no campus.

Original aqui.