Tags

,

Recomendo a leitura do artigo do Prof. Sidney Silveira sobre a recusa da
beleza, fenômeno que vivenciamos hoje nesse louco mundo liberal: 
Recusa da beleza, negação do ser: reflexos do mundo sem Deus.

Trechinho:

“a apreciação da beleza é instrumento da educação para a verdade e para o bem. Mas para o homem realmente saborear a beleza, enquadrá-la em suas reais dimensões, assimilá-la nos graus relativos às suas formas entitativas, aos seus modos de ser, é preciso ir limpando a inteligência tanto quanto possível dos falsos princípios, das premissas equivocadas — pois só existe beleza onde a inteligência adensa-se na apreensão do real. Daí dizer com muito acerto o tomista argentino Octavio Derisi que toda atividade noética nasce do ser e tem o ser como fim.”

Leia mais aqui.